• Institucional
  • Pacto do Jubileu

pact jub int

ESCLARECENDO QUESTIONAMENTOS E DÚVIDAS SOBRE O PACTO

Caros pastores, como é sabido de todos, homens comprometidos com o reino de Deus e com nossa Convenção debruçaram-se no período de três anos para apresentar, em abril de 2017, ao CONPLEX – Conselho Nacional de Planejamento e Execução da CBN – e posteriormente, em julho de 2017, à Assembleia Geral um pacto de unidade dos batistas nacionais: o Pacto do Jubileu.

Em julho de 2017, no ano do jubileu da CBN, em Armação dos Búzios/RJ, a XXIX Assembleia Geral Ordinária aprovou o Pacto do Jubileu. O Pacto é fruto do trabalho da comissão composta pelos pastores: Jesus Aparecido dos Santos Silva (GO), Cláudio Ely Dietrich Espíndola (SP), Ulvarino Antonio da Silva (RS), Cordovil Lousada de Melo (RO) e José Carlos Lima de Oliveira (BA).

O Pacto do Jubileu tem como objetivo reafirmar os valores batistas nacionais e conclamar, ao compromisso denominacional, nossas igrejas e pastores para que iniciemos um novo tempo de unidade e serviço ao Reino de Deus.

Portanto, conforme determinação da Assembleia Geral, no período de um ano, a contar de sua aprovação, 29 de julho de 2017, o Pacto do Jubileu deverá ser assinado pelas igrejas e pastores batistas nacionais.

Chegou à diretoria da CBN o rumor de que o PACTO sofrerá alterações e portanto não deverá ser assinado no período estabelecido em Assembleia Geral. Esta notícia não possui fundamento. O PACTO permanece como está e deve ser celebrado como instrumento de Deus à CBN para um novo tempo em nossa denominação.

O PACTO não possui caráter obrigatório, mas cooperativo, conforme os dispositivos elencados no artigo 8º de nosso Regimento Interno. Porém, o não reconhecimento de seus artigos denotará o entendimento de que a igreja e o pastor não estão interessados em andar no caminho denominacional, pelo menos neste momento, são livres para tomar a decisão que desejarem, mas a CBN precisa ter a ciência com quem poderá contar daqui em diante.

O PACTO não é documento estranho ao Regimento Interno e Estatuto da CBN. Conforme preceitua nos referidos diplomas legais, os casos omissos em cada um deles devem ser “resolvidos pelo Conplex, “ad referendum” da Assembléia Geral, quando couber.” O PACTO foi apresentado e discutido exaustivamente pelo CONPLEX e ainda aprovado em Assembleia Geral, portanto, possui validade legal para ser implantado conforme aprovado.

O Pastoreio de Pastores não é uma atividade estranha ao Regimento Interno e Estatuto da CBN e Ormiban. Não tem como objetivo retirar a autoridade do pastor sobre suas ovelhas e igreja. O Pastoreio de Pastores aborda a humanidade do pastor e a necessidade dele ser pastoreado. É o apoio a pastores e suas famílias que proporciona cobertura espiritual e assessoria no desenvolvimento de suas vidas e ministérios. Ao longo dos anos, foi observado muitos pastores caindo no caminho, não encontrando forças para se erguerem outra vez. Cremos piamente que o pastor também é uma ovelha que precisa ser pastoreada, sendo assim, entendemos ser papel da Ormiban dar aos seus membros e credenciados a oportunidade de serem alcançados por uma rede de relacionamentos comprometidos e saudáveis, que enfoque Deus, o indivíduo (pastor), a família pastoral e consequentemente o ministério.

Diante do exposto, clamamos às nossas igrejas e pastores que orem ao Senhor e reflitam com profundidade acerca do PACTO. A CBN conta e contará com os fiéis da seara batista nacional para executar sua missão.

Que o Bondoso Deus os abençoe hoje e sempre.


Pr. Esdras Dias
Secretário Geral da CBN


 

APRESENTAÇÃO DO PACTO DO JUBILEU

Homens comprometidos com o reino de Deus e com nossa Convenção debruçaram-se no período de três anos para apresentar, em abril de 2017, ao CONPLEX – Conselho Nacional de Planejamento e Execução da CBN – e posteriormente, em julho de 2017, à Assembleia Geral um pacto de unidade dos batistas nacionais: o Pacto do Jubileu.

Em julho de 2017, no ano do jubileu da CBN, em Armação dos Búzios/RJ, a XXIX Assembleia Geral Ordinária aprovou o Pacto do Jubileu. O Pacto é fruto do trabalho da comissão composta pelos pastores: Jesus Aparecido dos Santos Silva (GO), Cláudio Ely Dietrich Espíndola (SP), Ulvarino Antonio da Silva (RS), Cordovil Lousada de Melo (RO) e José Carlos Lima de Oliveira (BA).

O Pacto do Jubileu tem como objetivo reafirmar os valores batistas nacionais e conclamar, ao compromisso denominacional, nossas igrejas e pastores para que iniciemos um novo tempo de unidade e serviço ao Reino de Deus.

Portanto, conforme determinação da Assembleia Geral, no período de um ano, a contar de sua aprovação, 29 de julho de 2017, o Pacto do Jubileu deverá ser assinado pelas igrejas e pastores batistas nacionais. Segue o roteiro para a realização do ato solene de assinatura.

ROTEIRO PARA IGREJA FIRMAR O PACTO DO JUBILEU
  1. Convocar Assembleia Extraordinária para esse fim;
  2. Providenciar livro de presença para assinatura dos membros;
  3. Discorrer sobre o significado do pacto;
  4. Apresentar o pacto à igreja destacando cada item;
  5. Assinatura do pastor da igreja. Caso a igreja tenha mais de um pastor filiado a? Ormiban, todos devera?o assinar;
  6. Lavratura da ata pelo presidente e secretário(a);
  7. Oração consolidando o pacto;
  8. Enviar cópia da ata juntamente com o documento em anexo via e-mail ou correio.

Clique para baixar o Pacto do Jubileu em PDF


O Pacto do Jubileu

Sonho

Sonhamos com uma igreja saudável, centrada em Cristo e na sua Palavra. Frutificando vida e multiplicando a imagem do Senhor Jesus. Bem como o cuidado de uns para com os outros.

Visa?o

Uma igreja unida, sem radicalizac?a?o, equilibrada na grac?a, balizada na santidade e operosa na fe?.

A Excele?ncia da Unidade

A Unidade é redentora, edificadora; e se torna agradável quando há vida entre os irmãos. Ela promove a unção da presença de Deus. É como uma força refrigeradora dos céus. Ela é a ação da bênção de Deus e de sua vida em nós. (Salmo 133)

Unidade não é uniformidade, não é estabelecer uma maneira única de ser, mas é a criação e o estabelecimento de vínculos que construímos e nos fazem desejar andar juntos num mesmo propósito, num mesmo pensamento e num mesmo coração. (Efésios 4)

Somos Batistas

Os Batistas possuem uma História de luta e muito sofrimento em favor da divulgação, e preservação da Integridade do Evangelho. Nós Batistas Nacionais nos integramos a essa história e damos a nossa contribuição com a pregação da Palavra de Deus no poder e na autoridade do Espírito Santo. Fazemos parte de uma denominação digna de crédito e de confiança, pela história que apresenta e pelos homens que a fundaram como padrão de homens de Deus que souberam ouvir e obedecer ao Senhor na sua geração.

Defendemos que Jesus Cristo e? a u?nica autoridade sobre a Igreja e que a Bi?blia Sagrada e? a nossa u?nica regra de fe? e pra?tica;

Cremos e defendemos o batismo com Espi?rito Santo como be?nc?a?o distinta do novo nascimento e na continuidade dos dons espirituais;

Defendemos a liberdade de conscie?ncia: Todo ser humano tem liberdade de expressar suas crenc?as e seus valores;

Defendemos a compete?ncia da Alma: cada indivi?duo e? moralmente responsa?vel diante de Deus pela conduta de sua vida em termos espirituais e em termos civis;

Defendemos o princi?pio democra?tico como forma de governo da Igreja Local e por isso, cremos que cada Igreja possui autonomia para gerir os seus nego?cios no compromisso de age?ncia do Reino de Deus;

Defendemos a separac?a?o entre a Igreja e o Estado.

COMISSA?O DO PACTO DO JUBILEU:

Pr. Jesus Aparecido dos Santos Silva - Goia?s
Pr. Cla?udio Ely Dietrich Espi?ndola - Sa?o Paulo
Pr. Ulvarindo Anto?nio da Silva - Rio Grande do Sul
Pr. Cordovil Lousada de Melo - Rondo?nia
Pr. Jose? Carlos Lima de Oliveira - Bahia

Assim sendo, Pactuamos como Igreja da CBN e Ministro da ORMIBAN:
  1. A honrar nossa histo?ria Batista Nacional e cooperar para formar e reforc?ar sua memo?ria;

  2. A preservarmos os princi?pios e valores que nortearam a criac?a?o da Convenc?a?o Batista Nacional para que ela continuem crescendo como Age?ncia do Reino de Deus na Terra;

  3. A caminhar em unidade na elaborac?a?o, execuc?a?o e avaliac?a?o dos projetos e realizac?o?es da CBN em a?mbito nacional e estadual;

  4. A contribuir financeiramente com a CBN no envio do Plano Cooperativo Estadual e Nacional; Ofertas e conve?nios Missiona?rios em a?mbito nacional e transcultural nos termos regimentais;

  5. A Fazer da Convenc?a?o Batista Nacional o meio imediato para criar vi?nculos de fraternidade e unidade; participando do programa de pastoreio de pastores e ac?o?es de discipulado e mentoria;

  6. Honrar as lideranc?as da CBN constitui?das democraticamente pelas igrejas e seus representantes;

  7. Participar das assembleias gerais e eventos da CBN e acatar as deciso?es tomadas democraticamente;

  8. Despertar, investir e enviar vocacionados prioritariamente para os nossos semina?rios, enfatizando a participac?a?o deles num programa de pastoreio de seminaristas atrave?s de discipulado e mentoria;

  9. Comprometo-me como Ministro do Evangelho, filiado a? ORMIBAN, em nome de Jesus Cristo, e para a sua Glo?ria, a lutar com todo empenho para que nossas Igrejas sejam comprometidas em todos aspectos com a CBN;

  10. Como Igreja filiada, juntamente com nosso(s) pastor(es) firmamos o compromisso com a CBN de cumprir e fazer cumprir com fidelidade O PACTO DO JUBILEU.